O uso da auditoria como instrumento de melhoria para a assistência de enfermagem

  • William Fernandes Palmeira Alves HOSPITAL SANTA TERESA
  • Célio Luiz Banaszeski UNINTER

Resumo

Resumo

Na área da saúde, a auditoria aparece pela primeira vez no início do século 20, nos Estados Unidos, apresentando-se como importante ferramenta para a mensuração da qualidade da assistência prestada ao paciente, por meio da análise dos prontuários. A fim de garantir a qualidade dos serviços prestados aos clientes, e com o aumento da competitividade entre os serviços hospitalares, as instituições de saúde precisam se adequar às exigências atuais. Este estudo é uma revisão integrativa de abordagem qualitativa, com uma coleta de dados realizada em abril de 2020 e uma amostra final de oito artigos. Os resultados demonstraram que a auditoria pode ser entendida como a avaliação de conformidades. No caso da enfermagem, este fato dialoga com os processos e os apontamentos de inadequações na assistência e no registro de enfermagem. Sendo assim, os benefícios das auditorias de enfermagem estão na discussão para reformular práticas assistenciais, indicar processos de educação aos profissionais e delinear ações corretivas para melhora da assistência, além de contribuir para a validação das cobranças hospitalares.

Palavras-chave: Auditoria. Enfermagem. Assistência de enfermagem.

Abstract

In healthcare, auditing was introduced in the early 20th century in the United States, as an important tool for measuring the quality of care provided to patients, through medical records analysis. To ensure the quality of services offered to clients, and with the increased competitiveness between hospital services, health institutions need to adapt to current requirements. This study is an integrative review of qualitative approach, with data collection carried out in April 2020 and a final sample of eight articles. The results showed that auditing can be understood as conformity assessment. In nursing, this fact dialogues with the processes and the notes of inadequacies in nursing care and nursing records. Thus, the benefits of nursing audits are in the discussion to reformulate care practices, indicate education processes to professionals, and outline corrective actions to improve care, besides contributing to hospital charges validation.

Keywords: Auditing. Nursing. Nursing assistance. 

Resumen

En el área de la salud, la auditoría aparece por primera vez en el inicio del siglo 20, en los Estados Unidos, como importante herramienta para la medición de la calidad de la atención dirigida al paciente, por medio del análisis de los expedientes. Con el fin de garantizar la calidad de los servicios prestados a los clientes y con el aumento de la competitividad entre los servicios hospitalarios, las instituciones de salud necesitan adecuarse a las exigencias actuales. Este estudio es una revisión integrativa de orden cualitativo, con recolección de datos realizada en 2020 y una muestra final de ocho artículos. Los estudios demostraron que la auditoría puede ser entendida como la evaluación de conformidades. En el caso de la enfermería, este hecho dialoga con los procesos y los señalamientos de inadecuaciones en la atención y en el registro de enfermería. De esa manera, los aportes de las auditorías de enfermería están en discusión para reformular prácticas asistenciales, indicar procesos de educación dirigidos a los profesionales y definir acciones correctivas para la mejora de la atención, además de contribuir para la validación de los cobros hospitalarios.

Palabras-clave: Auditoría. Enfermería. Atención de enfermería.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

William Fernandes Palmeira Alves, HOSPITAL SANTA TERESA

Enfermeiro Especialista em Terapia Intensiva (Residencia em Enfermagem Intensiva). MBA em Auditoria em Saúde (UNINTER). Mestrando em Telemedicina e Telessaude da UERJ.

Referências

BAZZANELLA N.A.L.; SLOB E. A auditoria como ferramenta de análise para a melhoria da qualidade no serviço prestado. Caderno saúde e desenvolvimento, vol.3, n.2, jul/dez, 2013.

CAMELO, S.H.H; PINHEIRO, A; CAMPOS, D; OLIVEIRA, T.L. Auditoria de enfermagem e a qualidade da assistência à saúde: uma revisão da literatura. Rev. Eletr. Enf. 11(4):1018-25, 2009.

CARVALHO, F.A., SILVA M.A. A auditoria de enfermagem como possibilidade da melhoria do cuidado. Estudos Goiânia, v. 41, especial, p. 43-58, out., 2014.

CONSELHO FEDERAL DE ENFERMAGEM. Resolução N. 266, de 05 de outubro de 2001. Aprova atividades de Enfermeiro auditor. Disponível em: <http://www.corensp.org.br/resolucao2666.htm>.

DIAS, T.C.L. et al. Auditoria em enfermagem: revisão sistemática da literatura. Revista Brasileira de Enfermagem, Brasília, v. 64, n. 5, p. 931-941, set./out., 2011.

DORNE, J.; HUNGARE, J.V. Conhecimentos teóricos de auditoria em enfermagem. Revista UNINGA, Maringá, v. 15, n. 1, p. 11-17, jul./set., 2013.

LUZ, A; MARTINS, A.P; DYNEWICZ, A.M. Características de anotações de enfermagem encontradas em auditoria. Rev. Eletr. Enf. 9 (2):344- 61, 2007.

MENDES, K.D.S; SILVEIRA, R.C.C.P; GALVÃO, C.M. Revisão Integrativa: Método De Pesquisa Para A Incorporação De Evidências Na Saúde E Na Enfermagem. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, v. 17, n.4, p. 758-64, Out-Dez. 2008.

MELNYK, B.M; OVERHOLT, E.F. Evidence based practice in nursing & healthcare: a guide to best practice. Wolters Kluwer Health, Lippincott Williams & Wilkins. 2 ed; 2011.

MOTTA, A.L.C. Auditoria de enfermagem nos hospitais e operadoras de planos de saúde. São Paulo: Iatria, 2003.

PINTO, K. A.; MELO, C. M. M. A pratica da enfermeira em auditoria em saúde. Revista da escola de enfermagem da USP, São Paulo, v. 44, n. 3, p. 671-678, 2010.

ROSA, L.A. et al. Auditoria como estratégia de avaliação dos registros de enfermagem em unidade de internação pediátrica. reme – rev. min. enferm.;16(4): 546-5543 out./dez., 2012

SENNA, C.V.A, et al. Nursing audit: an integrating review in theses and dissertations. Nurse Care Open Acces J. v4 (2) : 396 ‒ 400, 2017.

SILVA, M.V.S. et al. Limites e possibilidades da auditoria em enfermagem e seus aspectos teóricos e práticos. Rev. bras. enferm., Brasília, v. 65, n. 3, p. 535-538, 2012.

SILVA, K.R; LIMA, M.D.O; SOUSA, M.A. Auditoria: ferramenta de enfermagem para melhoria da qualidade assistencial. Rev. Gest. Saúde (Brasília), Vol.07, N°. 02, p. 793-10 793, 2016.

SOUZA, M.T; SILVA, M.D; CARVALHO, R. Revisão integrativa: o que é e como fazer. Einstein. 8(1 Pt 1):102-6, 2010.

VIANA, C.D. et al. Implantação da auditoria concorrente de enfermagem: um relato de experiência. Texto contexto - enferm., Florianópolis, v. 25, n. 1, 2016.

Publicado
2021-04-15
Seção
Artigo